Notícias - Cooperfarms

Se tem uma coisa que garante vida longa e saudável a uma cooperativa é uma gestão atualizada, eficiente e atenta às mais modernas práticas de seu segmento. É por isso que promover a adoção de boas práticas de gestão e de governança é tão essencial para o negócio. Pensando assim, o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) disponibiliza às cooperativas um programa de desenvolvimento da gestão, feito sob medida.

Anualmente, cooperativas de Norte a Sul do país, promovem atividades voluntárias que integram o movimento Dia de Cooperar (Dia C), um compromisso das cooperativas brasileiras por uma sociedade mais justa e igual que, ano a ano, ganha novos voluntários e fortalece a ideia.  Na Bahia, o lançamento oficial aconteceunesta sexta-feira (06), em Salvador, com o objetivo do evento foi orientar as cooperativas sobre as inscrições, oportunizar a troca de experiências e contribuir para a potencialização dos resultados dos projetos.

Diante da nova proposta de gestão e na expansão de serviços, diretores e cooperados da Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms) estiveram reunidos na manhã desta última terça-feira (20), na sede da Cooperativa, em Luís Eduardo Magalhães, para traçar estratégias e viabilizar a implementação, imediata, de algumas alternativas de negócios para a safra 2018/2019, sobretudo na aquisição de fertilizantes e sementes.

Um tour pelas instalações administrativas e de armazenagem da Cooperativa dos Produtores Rurais (Cooperfarms) com a participação e apresentação de todo o quadro de colaboradores aos novos membros dos conselhos administrativo e fiscal e a um grupo de cooperados, nesta quinta-feira (15), confirma o modelo de gestão democrático e participativo da Cooperfarms sobretudo, assumido pela nova diretoria da Cooperativa.

Pelo segundo ano consecutivo, a Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia promoveu em Luís Eduardo Magalhães, o Encontro de Mulheres Cooperfarms. A ideia que nasceu no ano de 2017, com intuito de agregar valor aos negócios dos cooperados, através da integração das mulheres em um único movimento, reuniu nesta última quarta-feira, 14, 120 mulheres, dentre as quais lideranças do agronegócio na região e convidadas. O saldo positivo representa um acréscimo de 38 % do número de inscritas em relação a primeira edição, dado que consolida o evento como um dos principais voltado exclusivamente, para o público feminino e com forte atuação no setor agropecuário no oeste da Bahia.

74% do algodão plantado na Bahia recebeu certificação do Programa Algodão Brasileiro (ABR), que atua em benchmarking com o Better Cotton Iniciative (BCI), para a adoção sistemática de critérios socioambientais na produção. Quando se trata de respeito às legislações ambiental e trabalhista, os produtores de algodão baiano estão fazendo a lição de casa e ganhando mais projeção internacional ao inserirem os critérios de sustentabilidade em toda a cadeia produtiva. De forma sistemática, a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) vem visitando as fazendas e garantindo aos agricultores uma certificação que comprova as melhores práticas socioambientais sustentáveis, por meio do Programa Algodão Brasileiro (ABR), que atua em benchmarking com a Better Cotton Iniciative (BCI).

Por unanimidade de votos, o cooperado Marcelo Leomar Kappes foi eleito, na última quarta-feira, 07, o presidente da Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms) para o biênio 2018/2019. Kappes assume o cargo que vinha sendo conduzido pelo cooperado, Luiz Antonio Pradella, eleito por dois mandatos consecutivos.

Pelo segundo ano consecutivo, a Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia promove o Encontro de Mulheres Cooperfarms, em Luís Eduardo Magalhães. A ideia que nasceu para agregar valor aos negócios dos cooperados, visa integrar associadas, esposas e filhas em um único movimento, conforme explica a comissão organizadora do evento.

Quinta, 22 Fevereiro 2018 13:54

AGO elegerá diretoria biênio 2018/2019

No próximo dia 07 de março, a Cooperfarms elegerá os novos membros da diretoria para o biênio 2018/2019, durante a Assembleia Geral Ordinária (AGO). O encontro está marcado para às 19h, na sede da Cooperativa, em Luís Eduardo Magalhães. Para esta AGO, a Cooperativa inova e complementará o encontro com uma palestra técnica com o doutor em Geografia, Ricardo Reis Alves sobre o tema “Planejamento Climático para a Colheita 2018 e Safras 2018/2019 e 2019/2020”. 

Os produtores rurais baianos apoiaram a recuperação da primeira nascente de São Desidério, no oeste da Bahia. Teve início, no povoado de Jataí, a cerca de 25 quilômetros da sede do município, o acordo de cooperação técnica com a Prefeitura de São Desidério, por meio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e a Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba). A recuperação da nascente aconteceu na última quinta-feira (1º) e integrou a capacitação dos técnicos que serão responsáveis por desenvolver o trabalho em outros 16 afloramentos de lençol freático de São Desidério, segundo maior município baiano em extensão territorial e maior produtor de algodão do Brasil.

Uma comitiva de agricultores e executivos franceses esteve no Brasil, na última semana, com interesse em estreitar relações comerciais com agricultores brasileiros e de assegurar os investimentos realizados pela companhia InVivo no Brasil, uma “joint-venture” que congrega 220 cooperativas de produtores rurais da França e movimenta cerca de 90 bilhões de euros ao ano.

 

 

O Fórum Baiano das Cooperativas Agropecuárias tem se fortalecido a cada dia com a integração de cooperativas do ramo agropecuário para ampliar a intercooperação e o acesso aos mercados baiano, nacional e internacional. Uma das estratégias do Fórum, que tem o apoio do Sistema OCEB, é a realização de encontros para rodadas de negócios e intercâmbios. Desde o início do projeto até o momento, já foram organizados três encontros e o último foi em Luís Eduardo Magalhães, nos dias 24 e 25 de janeiro. A escolha de pela cidade, não foi por acaso, já que o município está situado na região oeste, principal polo de produção de grãos, onde se produz a totalidade da soja baiana, 97% do algodão e cerca de 75% do milho produzido no estado (Fonte: Correio 24h), e abriga importantes cooperativas do ramo agropecuário.