Notícias - Cooperfarms

Até a próxima sexta-feira, 17, as cooperativas agrícolas de Luís Eduardo Magalhães: Cooperfarms (Cooperativa do Produtores Rurais da Bahia), Unibahia (Sociedade Cooperativa Unibahia) e Cooproeste (Cooperativa Agropecuária do Oeste da Bahia) e a de crédito, Sicredi, estão mobilizadas na segunda edição da campanha de doação de sangue e cadastro de medula óssea Doar Faz Bem.

Desde 2013, os Encontros Regionais de gestores do cooperativismo baiano são realizados com sucesso, devido à significativa participação dos dirigentes das cooperativas do estado, vinculadas ao Sistema OCEB. Esses eventos são fundamentais para contribuir com o desenvolvimento do cooperativismo de forma democrática e para aprimorar a gestão das cooperativas por meio da intercooperação.

Para cada ato voluntário de doação de sangue até três vidas são salvas. Apesar da equação parecer simples, os desafios ainda são grandes, principalmente na sensibilização e fidelização de novos doadores, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, 1,8% da população doa sangue com regularidade. O percentual ainda é baixo se comparado com índice ideal estimado pela própria OMS, de 3 a 5% da população, para suprir as necessidades de sangue e outros componentes sanguíneos de um país.

O número de produtores rurais que se tornaram associados da Cooperativa dos Produtores Rurais (Cooperfarms) nos últimos 10 anos, representa uma média anual 7% de adesão. Essa expansão se deve ao número maior de pessoas que passaram a conhecer o cooperativismo e a confiar no modelo de negócio proposto pelos 22 fundadores, no ano 2008, para fortalecer o poder de compra de produtos e serviços, inicialmente em agroquímicos, agregando valor a produção agrícola.

Desde a última segunda-feira (23) a Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms) opera com seu novo serviço exclusivo ao quadro de cooperados. O Cooperfarms Seguros, anunciado em junho passado, durante a décima quarta edição da Bahia Farm Show, é uma parceria com a Next Marka Corretora de Seguros.

A edição 58 da Forbes Brasil, lançada em abril de 2018 divulgou a lista das 50 maiores e melhores empresas de agronegócios do Brasil – empresas porteira a dentro e empresas porteira a fora. Juntas, essas empresas geraram, no ano passado, 1.591,503 empregos diretos e 38 delas (12 não revelaram faturamento) faturaram R$ 276,39 bi. Fato que chama a atenção nestes números é a força do cooperativismo no agronegócio.

Após uma vistoria técnica intermediada pela coordenadora administrativa da Unidade de Coleta e Transfusão (UCT) da Fundação Hemoba no Município de Seabra, Veronica Oliveira Batista, a comissão organizadora da segunda edição da campanha de doação de sangue e cadastro de medula óssea Doar Faz Bem, recebeu nesta terça-feira, 10, a confirmação do espaço do Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) de Luís Eduardo Magalhães como local da iniciativa.

Para driblar a crescente alta nos custos de produção, a Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms) montou uma estratégia para a aquisição de óleo diesel, a partir de uma demanda levantada pelos próprios cooperados, que tem, não só reduzido os custos na propriedade rural, mas também otimizado o gerenciamento das atividades dentro da porteira.

Até a sexta-feira (13), os jogos classificatórios das categorias Sub-09 e Sub -11 do 2º Campeonato do Clube Rio das Pedras – que conta com o apoio da Cooperfarms, acontecerão no espaço esportivo e recreativo da Cooperativa, no período da manhã e tarde. O campeonato, uma iniciativa privada do Clube Rio das Pedras, que envolve crianças e adolescentes atendidos pelo Projeto Futebol Clube Rio das Pedras, além de outras equipes da cidade, da Bahia, Piauí, Goiás e do Distrito Federal, tem como finalidade promover o intercâmbio esportivo, educativo, formativo, cultural e social entre os atletas do município de Luís Eduardo Magalhães e dos outros municípios estimulando a prática esportiva a o aperfeiçoamento cultural, tendo como tema: intercâmbio de valores.

A Comissão Especial dos Defensivos Agrícolas aprovou, na tarde desta segunda-feira (25), o novo parecer apresentado pelo deputado Luiz Nishimori (PR/PR). Dos 27 parlamentares presentes à sessão, 18 votaram favoráveis ao texto e nove se posicionaram contra o substitutivo. O novo texto, agora segue para o Plenário da Câmara dos Deputados.

A iniciativa integra o programa nacional Dia C (Dia de Cooperar) -  uma agenda estratégica do cooperativismo brasileiro, com o objetivo de executar a responsabilidade social, colocando em prática os valores e os princípios cooperativistas por meio de ações voluntárias.A campanha acontecerá entre os dias 14 a 17 de agosto, das 7h30min às 15h, junto ao Posto de Saúde Ceni dos Santos Fraga (ao lado da Unidade de Pronto Atendimento- UPA) em Luís Eduardo Magalhães.

Para cada ato voluntário de doação de sangue até três vidas são salvas. Apesar da equação parecer simples, os desafios ainda são grandes, principalmente na sensibilização e fidelização de novos doadores, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, 1,8% da população doa sangue com regularidade. O percentual ainda é baixo se comparado com índice ideal estimado pela própria OMS, de 3 a 5% da população, para suprir as necessidades de sangue e outros componentes sanguíneos de um país.