Quinta, 01 Abril 2021 21:41

Cooperfarms tem sobra recorde e cria Fundo de R$ 219 mil para amenizar impactos da COVID-19 Destaque

A Cooperativa dos Produtores Rurais da Bahia (Cooperfarms) apresentou nesta quinta-feira (31), durante Assembleia Geral Ordinária Digital, o balanço financeiro de 2020, tendo aprovação por unanimidade de votos.

A Cooperfarms encerrou 2020 com R$ 180 milhões de faturamento, redução de 4,89% em relação ao ano anterior, quando atingiu R$ 189 mi. Apesar da pequena queda no faturamento, as sobras à disposição cresceram 17,48 % na comparação com o ano anterior, ultrapassando R$ 2,1 milhões. Em 2019, o número chegou a R$ 1,8 milhão.

Em resposta ao saldo positivo de sobras e ao bom momento vivido do setor agrícola, os produtores associados definiram que uma parte (10%) do valor, cerca de R$ 219 mil, será destinada à criação de um fundo social da Cooperativa. A ideia é utilizar o recurso em ações regionais para amenizar os impactos econômicos e sociais causados pela COVID-19. Já o restante do valor (90%) será repassado proporcionalmente a movimentação de cada associado dentro da cooperativa e distribuído em espécie, o que representa uma injeção de R$ 1,9 mi na economia da região. Este é o segundo ano consecutivo que a Cooperfarms leva à Assembleia o valor das sobras e opta pela distribuição aos cooperados. Além disso, a Cooperativa permanece com uma Reserva de Assistência Técnica, Educacional e Social (RATES) superior a R$ 558mil, recurso que tem destinação exclusiva na educação e formação de cooperados e colaboradores.

O presidente da Cooperfarms, Marcelo Kappes, ressaltou que o resultado, novamente expressivo, se deve ao trabalho sério e cauteloso na gestão de custos da Cooperativa, além de novas estratégias de negócios. “O profissionalismo da nossa equipe e a confiança do produtor foram e serão essenciais para que a Cooperfarms cresça, porque dentro do sistema cooperativista a participação gera resultados, mas é preciso unidade para perseverar”, afirmou.

Novo Conselho Fiscal – O momento também foi oportuno para a eleição dos novos membros do Conselho Fiscal para o exercício de 2021, sendo eles: Cláudio Cardoso, Camila Marchezan e Ivanir Pradella na titularidade e Igor Bortolin, Leandro Kohn e Maicon Fontana na suplência.

O formato virtual da Assembleia atendeu as disposições do artigo 43-A da Lei nº. 5.764/71 (Lei Geral do Cooperativismo), o qual permite ao associado participar e votar a distância em reunião ou em assembleia realizadas em meio digital.

Mais nesta categoria: « Feriado Municipal | 30 de março