Sábado, 09 Junho 2018 13:23

Campanha de doação de sangue Doar Faz Bem é lançada em Luís Eduardo Magalhães

Campanha de doação de sangue Doar Faz Bem é lançada em Luís Eduardo Magalhães Foto: Júnior Ferrari

Para cada ato voluntário de doação de sangue até três vidas são salvas. Apesar da equação parecer simples, os desafios ainda são grandes, principalmente na sensibilização e fidelização de novos doadores, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, 1,8% da população doa sangue com regularidade. O percentual ainda é baixo se comparado com índice ideal estimado pela própria OMS, de 3 a 5% da população, para suprir as necessidades de sangue e outros componentes sanguíneos de um país.

Para reverter essa estatística, as cooperativas agrícolas de Luís Eduardo Magalhães: Cooperfarms (Cooperativa do Produtores Rurais da Bahia), Unibahia (Sociedade Cooperativa Unibahia) e Cooproeste (Cooperativa Agropecuária do Oeste da Bahia) e a de crédito, Sicredi, assumiram nesta sexta-feira (08), durante a Bahia Farm Show, mais esse compromisso regional. Com o apoio institucional da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), prefeitura municipal de Luís Eduardo Magalhães e Clínica São Camilo, o segmento cooperativista organiza para os dias 14 a 17 de agosto, a segunda edição da campanha de doação de sangue e cadastro de medula óssea Doar Faz Bem.

A iniciativa integra o programa nacional Dia C (Dia de Cooperar) -  uma agenda estratégica do cooperativismo brasileiro, com o objetivo de executar a responsabilidade social, colocando em prática os valores e os princípios cooperativistas por meio de ações voluntárias.

Segundo o presidente da Cooperfarms, Marcelo Kappes desde 2016, as cooperativas brasileiras abraçam os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, reconhecidos pela Organização das Nações Unidas, para realizar ações de transformação social em todo o país. “Até 2030, esses objetivos devem ser implementados por todos os países do mundo e as cooperativas de Luís Eduardo Magalhães mais uma vez saíram na frente. Através desta campanha voluntária, reforçamos nosso compromisso por uma sociedade mais justa, equilibrada e com melhores oportunidades para todos, além de elevar o estoque de bolsas de sangue no oeste baiano” destacou Marcelo.

Em 2017, foram coletadas 265 bolsas de sangue e 75 novos doadores de medula óssea cadastrados. Neste ano, a comissão organizadora trabalha com meta de 350 bolsas. Além da coleta de bolsas de sangue e o cadastro de medula óssea, serão oferecidos gratuitamente os serviços de aferição da pressão arterial e a tipagem sanguínea. A campanha acontecerá das 7h30min às 15h, junto ao Posto de Saúde Ceni dos Santos Fraga (ao lado da Unidade de Pronto Atendimento- UPA) em Luís Eduardo Magalhães.